Como foi a Drupa virtual?

Saiba como foi a versão digital da maior feira gráfica do mundo

PUBLICADO

drupa virtual

Pela primeira vez na história das “Artes Gráficas” (hoje Tecnologia Gráfica) a Drupa, maior feira do nosso segmento, foi realizada virtualmente em função da pandemia da covid19.

Entre os dias 20 a 23 de abril, gráficos em todo o mundo puderam ingressar em um site, assistir vídeos publicitários curtos e palestras previamente gravadas, cadastrar-se em sessões de demonstração ao vivo por áudio e vídeo e “conversar” com colegas por um sistema de chat.

Baixe grátis agora mesmo, como cortesia, a última edição de 2020 da ProjetoPack em Revista.

Baixe gratis agora mesmo, a última edição de 2020 da ProjetoPack em Revista.

De acordo com a direção do evento (evento que foi literalmente um tapa-buracos até que se possa efetivamente realizar o evento presencial em 2024), a feira virtual foi um sucesso e teve feedbacks excelentes tanto dos expositores, quanto dos visitantes.

A Drupa virtual, em números

Nos números oficiais, 212 expositores provenientes de 35 países (e seus colegas de staff) apresentaram seus produtos e inovações dispostas em showrooms e proferiram mais de 125 sessões de vídeo ao vivo com uma média de 140 participantes cada. A direção do evento salientou indicadores como mais de 600 mil visualizações de páginas no site do evento e 45 mil usuários únicos.

Cadastramos o nosso perfil na ferramenta de matchmaking e recebemos majoritariamente contatos de chineses nos ofertando todo o tipo de produto – de lâmpadas LED a cartuchos de impressoras recondicionados.

Não é verdade que recebemos apenas esse tipo de abordagem, mas a maioria sim, foi o tipo de spam que estamos habituados a ver no próprio LinkedIn.

Embora os fornecedores estão realmente ficando bons em apresentações ao vivo por vídeo chamada, até mesmo com o uso de câmeras de alta resolução 4K, um roteiro bem feito e esmero nos detalhes visuais como backgrounds – num setor como o nosso, cuja experiência visual e sensorial é tudo – a virtualização não preenche bem a lacuna. É a nossa opinião.

Acreditamos que a maioria das empresas expositoras já havia ou apresentado as suas novidades mais importantes em eventos próprios antes da Drupa virtual ou estão guardando suas disrupções para a primeira oportunidade presencial.

Fato é que a Drupa foi “pobre” em inovações. Muitos vídeos, aliás, nem eram novos. Eram conteúdo recauchutado ou repaginado de 2019, início de 2020.

Felizmente, a Drupa que estamos familiarizados e gostamos ocorrerá em 2024 e, até lá, muitas águas vão rolar. O mais animador é saber que estaremos em uma fase melhor (esperemos), e com a saúde física e mental em dia, poderemos viajar e interagir nos imensos e abarrotados pavilhões da Messe Drupa.

Leia mais sobre o evento em nosso site:
Comexi exibe inovações na Drupa virtual
É possível virtualizar uma Drupa?

Compartilhe isso:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Relacionados

Assine o Infopack no LinkedIn

Posts Relacionados

Arquivo