Sunnyvale debate tendências e aplicações para impressão digital em rótulos

Fórum de Impressão Digital da Sunnyvale discute os caminhos da impressão digital em alto nível

O evento, que aconteceu em duas etapas no último dia 28 de novembro, na semana passada (manhã e tarde), reuniu convertedores de todo o Brasil para conhecer mais sobre a tecnologia de impressão digital inkjet UV da Domino – no caso, o modelo N610i, comercializado com exclusividade pela Sunnyvale no país.

O equipamento foi apresentado por João Roberto Fortes, responsável pelas soluções de impressão digital para rótulos da Sunnyvale, e por Roberto Pereira, supervisor de vendas, que destacaram as funções automatizadas para limpeza, selagem das cabeças de impressão e circulação constante da tinta, o que asseguram qualidade e longevidade ao equipamento, bem como permitem operações ininterruptas sem precedentes em comparação a outros modelos concorrentes.

Além disso, também foi destacada a qualidade de impressão, versatilidade de cores, possibilidade de se trabalhar com os tons mais difíceis a partir da produção em gama estendida – o equipamento vem configurado com o padrão CMYK, com possibilidade de se trabalhar com até sete cores –, aplicação de branco de alta densidade e o recurso de se trabalhar com texturas em uma mesma etapa, sem necessidade de aplicações especiais pós-impressão.

Marcando a presença internacional no evento, os executivos da Domino Peter Lewald (Domino Digital Printing UK) e Pedro Marta (Domino Digital Printing para Portugal, Espanha e América Latina) apresentaram as possibilidades de aplicação e variáveis envolvidas na escolha da configuração de uma solução de impressão diante das necessidades modernas e exigentes do segmento de Flexografia – isto é, configurações stand alone, híbrida ou convencional.

A Domino N610i tem arquitetura modular que permite que sua unidade de impressão digital seja inserida, em linha, em um fluxo de produção flexográfico convencional – tudo de modo modular e flexível para atender às diferentes demandas de produção de rótulos para as mais diferentes exigências dos clientes, como aplicação de efeitos, produção em diferentes versões de um mesmo produto, personalização etc.

No período vespertino, as palestras foram direcionadas a tendências de mercado e aplicações. Gustavo Virginillo, da Coras do Brasil, que falou sobre a estrutura da MPS, uma de suas representadas no país, e suas soluções para aplicações flexográficas, tanto de impressão, como de acabamento. Na sequência, Edson Pantarotti Silva, da Etirama, apresentou as soluções híbridas configuradas com tecnologia Domino e Etirama (ilustrada pelo modelo Neo EVO Hybrid).

Encerrando a programação do fórum, o consultor Aislan Baer, diretor da Projeto Pack, apresentou os principais desafios do mercado de banda estreita, bem como as possibilidades de se usar a tecnologia de impressão digital para solucioná-los, agregando valor a partir de um set up mais veloz, menos desperdício de mídia, processos mais simples, entre outros itens.

Ao final, os participantes puderam levar para a casa um brinde – uma garrafa de cerveja IPA cujo rótulo foi impresso utilizando os recursos de textura e de riqueza de cores da Domino N610i.

Participantes

Vindos de todo o Brasil, o Fórum de Impressão Digital da Sunnyvale foi prestigiado por convertedores e profissionais da indústria de flexografia e rótulos, que compareceram para se atualizar e saber mais sobre as possibilidades das aplicações de impressão digital e seus respectivos benefícios.

Para Ricardo Carvalho, gerente de produção da Regispel, o evento foi, acima de tudo, esclarecedor.

O fórum mostrou que há um caminho longo e bom a ser seguido para os próximos anos. Quem estiver atento e olhar para o futuro, irá se sobressair no mercado”, disse. “A Domino N610i chamou atenção principalmente pela facilidade de operação, que parece ser mais simples e rápido, o que faz com que pensemos em prol da tecnologia Domino”, concluiu.

Claudio Buso, coordenador de labels da RR Donnelley, compartilha da opinião.

Para mim, foi um evento muito bom. Gostei da qualidade que foi apresentada para o equipamento, bem como a questão do custo e de set up máquina, que também são importantes”, disse, destacando a aplicação do branco. “Muitas máquinas digitais do mercado não possuem a tinta branca para fazer esse acabamento, o que acaba sendo um diferencial importante.”

“Achei o evento muito interessante e esclarecedor. Estávamos precisando de um evento deste nível para esclarecer ideias, com palestrantes com ampla gama de conhecimento”, avaliou Jovino Tavares, da Labelpress de Manaus (AM). “Também foi bastante relevante para que conseguíssemos enxergar melhor o futuro do mercado e tomarmos decisões de modo mais assertivo. Quanto ao equipamento da Domino, chamou muito a atenção a simplicidade dos processos, que, ao contrário dos outros equipamentos, não demanda uma série de periféricos, o que mascara o custo. A Domino trouxe essa nova tecnologia e um novo modelo de negócio, com sistema UV que vai ao encontro dos processos de flexografia, facilitando a conjugação de equipamentos híbridos, diferente da máquina com toner.”

Para Diego Machado, da Pavão, o uso do branco, a qualidade de imagem e as possibilidades de aplicações estiveram entre os destaques da apresentação da Domino N610i. “Pude conhecer mais da máquina e dos parceiros”, disse. “Também foi possível saber mais sobre o podemos fazer com o equipamento, como a possibilidade de impressão em relevo”, falou.

“O fórum foi muito bom e produtivo. Tecnologicamente, achei a máquina fantástica, superando até outras digitais que conhecemos no mercado, sobretudo pelo desempenho e o tipo de rótulo que ela pode produzir”, disse Vanderlei Scalli, diretor da CCD Etiquetas. “Hoje, temos muitas linhas de um mesmo produto, e cada vez está mais difícil adaptar e flexografia para esse tipo de aplicação. A impressão digital, principalmente a que foi apresentada agrega muito valor nesse sentido.”

“Fundamentalmente, este evento está marcando uma tendência. Como vimos nas apresentações, o que está acontecendo na Europa se replica no Brasil. Não se trata de uma tecnologia futura, como muitas vezes é apresentada, mas sim do presente. Não há mais como voltar atrás”, disse Gustavo Virginillo, da Coras do Brasil e parceira da Sunnyvale e da Domino Digital Printing.

Comentários

Comentários